Dor-de-cabeça.jpg

Disfunção Temporomandibular (DTM)

Design sem nome-7.jpg

DTM E ATM

A disfunção temporomandibular (DTM) é uma condição patológica que pode envolver a articulação temporomandibular (ATM), que é a articulação bilateral da face, responsável pelo movimento de abrir e fechar a boca e também os músculos da face, pescoço e até ombros.

A DTM pode ser causada por uma infinidade de situações, porém as causas mais comumente encontradas são:

  • stress

  • parafunção, ou seja, hábitos conscientes ou não de apertamento dental, bruxismo, onicofagia, etc;

  • hipermobilidade das articulações;

  • presença de maloclusões;

  • drogas ansiolíticas;

  • doenças sitêmicas degenerativas;

  • doenças auto-imunes, etc

 

O diagnóstico diferencial é realizado de forma soberana através de anamnese e exame clínico e físico do paciente, onde a palpação e a repetição de movimentos funcionais da mandíbula já nos mostram o caminho. porém, em muitos casos há necessidade de complementação do exame com imagens. A anatomia das ATMS pode ser muito bem esclarecida através de Tomografias Computadorizadas. Já as alterações que ocorrem nos tecidos moles que constituem as ATM's, como deslocamento e perfuração de disco articular e também nas estruturas de suporte como ligamentos e músculos, além da visualização de processos inflamatórios como derrames articulares, só podem ser vistos e analisados no exame de Ressonância Eletromagnética das ATMs.

19967-o-bruxismo-pode-trazer-muita-dor-de-cabe-slider_medias-1.jpg

Bruxismo

Uma anormalidade no funcionamento dessa articulação e dos músculos que trabalham nos movimentos da mandíbula, caracteriza a DTM. Quando isso acontece, é comum sentir desconforto orofacial e dor de cabeça que pode se irradiar inclusive para ombros e costas.

Uma das abordagens de tratamento que ajudam a controlar a disfunção consiste na instalação de uma placa rígida que recobre os dentes e é utilizada para dormir, a chamada placa mio-relaxante.

A placa mio-relaxante deve ser muito bem executada, com todas as guias dentárias necessárias e muito bem ajustada para desempenhar seu papel. O paciente, por sua vez, deve comparecer ao consultório periodicamente para um novo ajuste da placa, se necessário.

Toxina Botulínica e o bruxismo

Um dos métodos de controle da dor e dos sinais para quem apresenta bruxismo é a aplicação da toxina diretamente no músculo masseter e/ou no músculo temporal, dois dos mais importantes músculos do aparelho mastigatório e que tem hiperfunção em pacientes bruxistas. Com ela, o músculo diminui a força para o ato de ranger ou apertar os dentes, até mesmo quando a pessoa está dormindo.

Fisioterapia e Mudanças Comportamentais

Outro método muito utilizado para o controle das DTMs é a fisioterapia, que vai agir no alongamento das fibras musculares hipertensas e hiperativas. A fisioterapia pode ser feita com aparelhos ou com manipulação das mãos e pode ser beneficiada com o uso temporário de relaxantes musculares medicamentosos.

Um dos métodos que mais tem surtido efeito nos últimos tempos é o aconselhamento e a mudança comportamental. Muitas vezes, pequenas alterações na rotina do paciente podem reduzir em muito a ocorrência de crises de disfunção das ATMs.

9ebefdc7-ea6c-46ff-b3c8-cabf38c5c6ba.jpg

Venha transformar o seu sorriso conosco!

DSC_3273.jpg